icone face  icone twitter


icone transparencia

Ouvidoria Geral

Serviço de Informações ao Cidadão

Relatórios

Defensores Públicos de Santa Catarina protocolam 372 pedidos de benefícios durante a realização da V Força Estadual e o número de mulheres encarceradas é reduzido

No dia 28.07.2017 foram concluídos os trabalhos da V Força Estadual da Defensoria Pública - Mulheres Encarceradas, composta por Defensores Públicos de Santa Catarina que, de forma voluntária, analisaram os processos de 1000 mulheres presas em Santa Catarina durante o período de 60 dias.
 
 
Apesar de parte substancial dos pedidos ainda não ter sido apreciado, verificou-se a redução da população prisional feminina: em 21/05/17, haviam 1000 mulheres presas e em 28/07/2017 são 964. 
 
Conforme os Coordenadores da V Força Estadual, Defensora Pública Caroline Kohler Teixeira e Defensor Público Felipe Schimtz da Silva, foram realizados 372 pedidos de benefícios em favor de mulheres encarceradas, tais como prisão domiciliar para grávidas, para mulheres com filhos ou netos menores de idade, para condenadas no regime semiaberto que, por falta de vagas, encontram-se no regime fechado, além de outros benefícios como os previstos no decreto presidencial que estabeleceu o indulto do Dia das Mães.
 
Veja a relação dos pedidos no quadro abaixo:
 
 
V Força
 
A V Força Estadual abrangeu as 13 unidades prisionais de Santa Catarina destinadas para mulheres: Presídio Feminino de Florianópolis, Presídio Regional de Tijucas, Presídio Regional de Criciúma, Presídio Regional Feminino de Tubarão, Presídio Regional de Joinville, Presídio Regional de Mafra, Presídio Regional de Itajaí, Presídio Regional de Caçador, Presídio Regional de Lages, Presídio Regional de Chapecó, Presídio Regional de Concórdia, Presídio Regional de Joaçaba e Presídio Regional de Rio do Sul.
 
Defensoria Pública de Santa Catarina lança a VI Força Estadual para analisar processos de presos na Grande Florianópolis
 
No mesmo dia em que se concluiu a V Força Estadual, diante da situação de crise verificada nas unidades prisionais da Grande Florianópolis, a Defensoria Pública lançou a VI Força Estadual, constituída por 17 Defensores Públicos do Estado para, no período de 01/08/2017 a 29/09/2017, analisar e rever os processos criminais e de execução penal das pessoas presas em Florianópolis, São José, Biguaçu, Tijucas, Palhoça e Santa Amaro da Imperatriz.
 
O objetivo principal é realizar pedidos de liberdade ou de prisão domiciliar, com ou sem monitoramento eletrônico (tornozeleira eletrônica), em favor de presos provisórios e definitivos nos processos que correm nas referidas cidades.
 
Para saber mais acesse:
http://www.defensoria.sc.def.br/index.php/2013-04-04-21-03-48/665-defensoria-publica-de-santa-catarina-lanca-a-vi-forca-estadual-para-analisar-processos-de-presos-na-grande-florianopolis

© 2013 | Joomla - v2.5 | Todos os Direitos Reservados |